Revista

De Indisciplinar
Ir para: navegação, pesquisa
Revista indisciplinar logo.jpg

A Indisciplinar é uma revista acadêmica digital editada pelo grupo de pesquisa Indisciplinar (Escola de Arquitetura - UFMG / CNPQ), avaliada como A3 pelo Qualis Capes/2019. Desde 2015 são publicadas duas edições por ano, e os textos são recebidos em português, espanhol e inglês. Propondo-se como reflexão sobre a construção do espaço urbano, bem como sobre a estruturação do saber científico, esta publicação almeja integrar produções acadêmicas (de graduandos a pesquisadores consolidados na área) a análises conduzidas por outros atores fundamentais no debate sobre a produção do espaço e as disputas territoriais – como artistas, ativistas e agentes de movimentos sociais e populares. É de interesse da revista fomentar o debate sobre a construção do espaço urbano a partir de um projeto transdisciplinar, capaz de evidenciar os interesses transversais e transescalares envolvidos nas disputas territoriais, sejam eles políticos, econômicos e/ou sociais. Assim como nas demais áreas de atuação do grupo Indisciplinar, a revista almeja relacionar ensino, pesquisa e extensão e confere destaque às proposições de novas metodologias científicas. A revista Indisciplinar aceita artigos, resenhas, entrevistas e experimentações artísticas para os dois dossiês temáticos anuais, além de receber, em fluxo contínuo, artigos sobre a construção do espaço urbano na contemporaneidade.

Facebook3.png Instagram.png

Outros mundos: novas subjetividades, novos métodos. v. 7, n.1 e n.2

v. 7, n.1, 2021 v. 7, n.2, 2021

Edições anteriores

Instruções para publicação na Revista Indisciplinar

  • A Revista Indisciplinar publica textos originais no formato de artigos, ensaios, resenhas, traduções e experimentações, em português, espanhol e inglês.
  • Os originais devem ser encaminhados em arquivo .doc, formatados em papel tamanho A4.
  • A primeira página deve apresentar o título, seguido de seu correspondente em inglês, o nome completo do(s) autor(es), sua vinculação institucional e endereço de e-mail, um mini-CV, um resumo (e correspondente em inglês) com 200 a 250 palavras e três a cinco palavras-chave (também acompanhadas de suas versões em inglês).
  • As citações no texto devem corresponder ao sistema autor-data — ex: (CARVALHO, 1972, p. 28) — e as referências completas (somente dos conteúdos externos citados no texto) devem vir ao final, listadas em ordem alfabética, segundo as normas da ABNT. Ex:
    • TUAN, Yi-Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. (Trad. Lívia de Oliveira) São Paulo: Difel, 1983.
    • RELPH, Edward. As bases fenomenológicas da geografia. Geografia, Rio Claro, v. 4, n. 7, p. 1-25, 1979.
  • Textos fora do sistema autor-data, como descrito acima, não serão aceitos. Pedimos especial atenção a esse padrão ABNT na referenciação de todo tipo de texto ou material.
  • As figuras devem ser enviadas em arquivos separados, em formato .jpg ou equivalente, em boa resolução. Cada figura deve ter uma chamada no corpo do texto (quando pertinente), bem como a indicação do local de sua inserção, juntamente com o respectivo título e fonte do material. Textos que não sigam essa recomendação não serão aceitos.
  • Os artigos, ensaios, traduções, resenhas, notas ou experimentações deverão ter até 40.000 toques.
  • Indicar, em nota à parte, caso o texto tenha sido apresentado em forma de palestra ou comunicação;
  • Caso seja tradução, trazer o nome e e-mail do autor original, e indicação de onde o texto foi publicado, caso não seja inédito.

Expediente

Editores

Prof. Daniel Medeiros de Freitas (UFMG), Prof.a Gisela Barcellos (UFMG), Prof.a Marcela Silviano Brandão Lopes (UFMG), Prof. Marcelo Reis Maia (UFMG), Prof.a Natacha Rena (UFMG)

Editora chefe

Prof.a Fernanda Dusse (CEFET-MG)

Projeto gráfico original

Prof. Marcelo Reis Maia (UFMG), Prof.a Natacha Rena (UFMG)

Ilustração e diagramação

Orientadora: Prof.a Natacha Rena (UFMG)
Bolsistas: Caio Augusto Gonçalves (EA-UFMG), João Paulo Souto (EA-UFMG), Marina Ussami (EA-UFMG), Matheus Coelho (EA-UFMG)

Plataformas digitais

Orientador: Prof. Marcelo Reis Maia (UFMG)
Bolsistas: João Paulo Souto (EA-UFMG), Marina Ussami (EA-UFMG)

Revisão

Orientadora: Prof. Fernanda Dusse (CEFET-MG)
Bolsista: Eric Fellipe Lima (CEFET-MG)

Conselho editorial

Alemar S. A. Rena, Breno Silva, David Sperling, Eduardo Jesus, Fábio Tozi, Fernanda Dusse, Gisela Barcellos, Giselle Beiguelman, Karina Leitão, Karine Carneiro, Luis Regis Coli, Monique Sanches, Myriam Ávila, Patricia Azevedo, Roberta Romagnoli, Samy Lansky, Simone Tostes, Thais Portela

Sobre a revista

A Revista Indisciplinar nasce com a proposta de ser uma publicação semestral vinculada ao grupo de pesquisa Indisciplinar (CNPq), sediado na Faculdade de Arquitetura da UFMG. O Grupo Indisciplinar é, por sua vez, atravessado pelas experiências e contribuições de profissionais, artistas, ativistas, filósofos, professores, etc. das mais diversas áreas do saber e do fazer.

A proposta desta revista é oferecer um ponto de encontro para profissionais e estudantes de múltiplas procedências a fim de criar interfaces de debate e diálogo sobre perspectivas críticas e questões prementes de cunho político, estético, econômico, territorial, etc., e que afetam de diferentes formas nosso cotidiano na metrópole atual. Esta revista não pretende ser um ponto de encontro de disciplinas e áreas, mas a relativização mesma da própria noção de disciplina que limita a emergência de ideias e pensamentos híbridos e inovadores em um tempo dominando pelo senso comum especialista — e imediatista — neoliberal. São portanto bem-vindas todas as formas de reflexão e ação que busquem uma mediação com a realidade a fim de transformá-la e torná-la verdadeiramente mais livre, potente, democrática e amorosa. Damos as boas- vindas aos conflitos, aos encontros e desencontros, aos consensos (sempre instáveis), aos diferentes lugares do saber e à vontade de construir um outro mundo a partir de novos paradigmas ontológicos e críticos que, no entanto, aí já se encontram.

O número inaugural da Indisciplinar traz como temática a Indisciplina. Pensamos ser importante poder provocar, a partir das contribuições de nossos colaboradores, as possibilidades de leitura a respeito da indisciplina (política, civil, econômica, artística, etc.) na sociedade contemporânea, marcada pela docilização da experiência e das formas de vida e por uma obediência brutal e quase inteiramente a-crítica às determinações do governo, à política, ao direito, às lógicas do capital e, como decorrência dessas últimas, ao consumo e ao espetáculo massificador como formas de mediação da relações sociais, afetivas e produtivas. Acreditamos que a “indisciplina” aqui queira dizer algo a respeito de uma desobediência, uma resistência, ou ainda um desvio, por assim dizer, dessas formas narrativas, discursivas, políticas e estéticas hegemônicas que apenas reproduzem ad infinitum as relações de poder no interior da cidade neoliberal.

Embora em grande medida esta seja uma publicação de cunho acadêmico, os leitores logo perceberão que não nos atemos à linguagem visual costumeiramente desértica e pretensamente objetiva das revistas tradicionais nesse campo. A linguagem visual aqui desenvolvida juntamente dos bolsistas/designers do Grupo Indisciplinar André Victor, Nuno Neves e Octavio Mendes vai no sentido de subverter essa lógica do pensamento como deserto de afetos visuais para inserir a imagem como dimensão integral das reflexões propostas, não somente representando o que dizem os textos verbais, mas efetivamente criando uma instância analítica híbrida a partir de um diálogo semiológico constante.

Por fim, nos parece pertinente uma palavrinha sobre as seções da revista. A primeira seção abre com o olhar indisciplinado de artistas e pesquisadores num ensaio de imagens; seguimos a partir daí para a seção “Entrevista”; passamos pelos artigos da temática central da revista, alcançamos os textos complementares aos artigos (ensaios breves, resenhas, relatos de experiência, etc.), e fechamos com uma exposição de alguns trabalhos, publicações, anúncios, etc. relativos ao Grupo de Pesquisa Indisciplinar. Dizemos isso para dar uma satisfação àqueles que ainda se sentem mais seguros e operantes diante desta linearidade clássica, mas pessoalmente sugerimos uma leitura livre na ordem em que o acaso, ou o desejo, ou seus interesses pessoais apontarem. Divirtam-se.

Contato

Escola de Arquitetura da UFMG
Rua Paraíba 697, sala 411
CEP 30.130-141
Telefones: (31) 3409 8834/ 3409 8835 ou 3409 8845
email: revistaindisciplinar@gmail.com

ISSN

Editora Fluxos. ISSN: 2525-3263

Indexadores

Logo-qualisA.png Latindex.png