Trabalho de campo

De Indisciplinar
Revisão de 14h07min de 26 de janeiro de 2015 por Indisciplinado (discussão | contribs) (Criou página com 'Atuação das equipes universitárias na UniSol com ações nas comunidades-alvo. As atividades desenvolvidas no trabalho de campo são educativas e contribuem para a melhoria...')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

Atuação das equipes universitárias na UniSol com ações nas comunidades-alvo. As atividades desenvolvidas no trabalho de campo são educativas e contribuem para a melhoria da qualidade de vida da população, além de fortalecer o papel social dos estudantes. (guia de referência UNISOL)

"Se as pessoas podem compartilhar abertamente com os outros suas experiências, premissas e crenças em relação às suas expectativas do que iria acontecer ( o que o projeto objetivava produzir) e o que realmente aconteceu (os resultados da experimentação conjunta) a discrepância entre as duas pode ser percebida e, de forma confiável compreendida. Esse processo pode favorecer a percepção comum da natureza da questão e, se registrado em alguma forma de memória do grupo, pode dar informações aos futuros projetos colaborativos" (Ryan, 1996:145).

"A colaboração é a base de uma parceria sólida e produtiva e ambas são essenciais para a realização de um projeto onde se espera uma construção conjunta em qualquer atividade humana. Assim, na educação escolar, a colaboração também é fundamental, e deve estar presente na parceria entre professores, entre professores e alunos e entre alunos e alunos."(BUENO , Iolanda . Colaboração, Trabalho em equipe e as Tecnologias de Comunicação: Relações de Proximidade  em Cursos de Pós-Graduação. Tese de Doutorado - Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 2000)

" Para desenvolvermos uma colaboração, temos que criar e manter relações que incluam interesses pessoais e sociais comuns entre nós e os demais parceiros que compõem uma densa teia de conexões interpessoais que, por sua vez, pode mesmo gerar outros projetos previstos. Alguns critérios são básicos para o processo de que a colaboração se concretize em um projeto conjunto, a saber, entendimento pessoal, compatibilidade filosófica e visão compartilhada. O entendimento pessoal, que podemos conseguir através da auto-análise, se realiza quando cada participante se avalia e percebe o que pode oferecer e do que precisa, ao estabelecer o compromisso de colaboração. A compatibilidade filosófica engloba a confiança e os sentimentos que "alavançam ou neutralizam " um relacionamento pessoal e transcendem a realização de um projeto podendo ser determinantes em momentos de tensão. Confiança, respeito, interesse e comprometimentos são tão essenciais quanto a visão compartilhada, isto é, compatibilidade de valores e princípios comuns, perspectivas para o futuro, experiências semelhantes ou complementares e quase nenhum motivo de conflito. As parcerias colaborativas são sistemas vivos e podem, dependendo das circunstâncias crescer e desenvolver-se ou minguar e fracassar (KANTER (1994: 96-108). Depende de nós, seus participantes.” (BUENO , Iolanda . Colaboração, Trabalho em equipe e as Tecnologias de Comunicação: Relações de Proximidade  em Cursos de Pós-Graduação. Tese de Doutorado - Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 2000.  )