PRJ081 Parque da Ocupações 2016-1

De Indisciplinar
Ir para: navegação, pesquisa
Prj 081 2.jpg

A disciplina Parque das Ocupações Urbanas do Barreiro, ministrada pela professora Marcela Silviano Brandão (coordenadora Indisciplinar), aconteceu durante o primeiro semestre de 2016.

O objetivo da disciplina é aproximar as questões que envolvem a luta pela moradia das pautas que regem a luta pela preservação do meio ambiente, considerando que há fortes tangências entre elas, tanto relativas às dificuldades encontradas nos dois processos, como na busca por uma cidade mais saudável e mais justa. Pretende-se que tal aproximação seja discutida e incorporada na prática arquitetônica e urbanística.

No atual contexto de avanço do capital imobiliário característico do capitalismo neoliberal, presenciamos a transformação das cidades em mercados estratégicos, acompanhada pela crescente expulsão da população mais pobre dos centros urbanos para as áreas periféricas. Em oposição a essa dinâmica imobiliária, surgiram nos últimos anos, de maneira mais intensificada e organizada, alguns movimentos sociais que, lutando pelo direito à moradia, ocuparam áreas que não estavam cumprindo a função social da propriedade, como estabelecido na constituição federal.

Nesse mesmo contexto neoliberal, importantes áreas verdes das cidades são alvo do avanço dos interesses de mercado. Entretanto, parques, praças, jardins e áreas de preservação ambiental são fundamentais para a qualidade da vida urbana e para o encontro e convívio de todos os cidadãos, independente de seu poder aquisitivo. Percebendo que em diversas ocasiões a luta pela moradia é colocada como adversária da luta pela preservação do meio ambiente, partimos do entendimento que é necessário e urgente aproximar ambas as pautas, suas questões e hibridizando as lutas.


Programa da Disciplina > http://www.arq.ufmg.br/prj/pflex/wp-content/uploads/2016/01/Marcela-Pflex-Parque-das-ocupa%C3%A7%C3%B5es-do-Barreiro.pdf

Prj 081 2.jpg

A disciplina Parque das Ocupações Urbanas do Barreiro, ministrada pela professora Marcela Silviano Brandão (coordenadora Indisciplinar), aconteceu durante o primeiro semestre de 2016. O objetivo da disciplina é aproximar as questões que envolvem a luta pela moradia das pautas que regem a luta pela preservação do meio ambiente, considerando que há fortes tangências entre elas, tanto relativas às dificuldades encontradas nos dois processos, como na busca por uma cidade mais saudável e mais justa. Leia o artigo em naturezaurbana.indisciplinar.com